publicidade
publicidade
Envenenamento

Prefeitura usa dinheiro da Educação para bancar apresentação de artista gospel

O cachê de R$ 90 mil pago ao cantor gospel Fernandinho foi oriundo de recursos da Educação do município de Teixeira de Freitas, na Bahia.

Publicado:


Fernandinho | © Reprodução
Fernandinho | © Reprodução

Uma reportagem vinculada no portal de notícias O Fuxico Gospel mostrou o envolvimento do cantor renomado do segmento cristão Fernandinho em um escândalo que pode levar a gestão pública da cidade de Teixeira de Freitas, na Bahia, a um processo de improbidade administrativa.

Trata-se de um contrato referente ao montante de R$ 90 mil, para a apresentação do cantor na cidade. A verba destinada à contratação do artista é oriunda do Fundo Municipal de Educação, explica o site.

O acordo foi publicado no Diário Oficial do Município e a apresentação do artista na cidade está prevista para acontecer no próximo dia 9 de maio.

Por meio de nota, a Associação dos/as Professores/as Licenciados/as do Brasil/Seção Bahia (APLB) enviou à Prefeitura da cidade um documento solicitando explicações referentes à origem do dinheiro que deve custear a apresentação do artista.

Já o Sindicato dos Trabalhadores em Educação das Redes Públicas Municipais e Estaduais explicou por meio de nota que “usar recurso de verba vinculada contraria o que disciplina os princípios constitucionais que regem a Administração Pública, alencados o Art. 37 da Constituição Federal do Brasil”.

Texto do Diário Oficial | © Reprodução\O Fuxico Gospel

Texto do Diário Oficial | © Reprodução\O Fuxico Gospel

veja também