80 tiros, um homem morto por militares e o silêncio de Bolsonaro

Brasileiros aguardam o posicionamento do presidente Jair Messias Bolsonaro

Publicado em: 08/04/19 às 20:13

Por Micael Batista


Jair Messias Bolsonaro / Veiculo Fuzilado por militares
Jair Messias Bolsonaro / Veiculo Fuzilado por militares

Na manhã desta segunda-feira, o Brasil acordou literalmente desnorteado após a noticia de um homem morto e outros dois feridos após a ação de uma guarnição do Exército Brasileiro.

O fato aconteceu no Rio de Janeiro, quando o senhor Evaldo dos Santos Rosa de 51 anos de idade, acompanhado de sua esposa, filho de 7 anos, sogro e uma amiga da família, tiveram seu veiculo literalmente fuzilado com mais de 80 tiros enquanto se dirigiam para um chá de bebê.

Logo após a confirmação de que o homem morto não se tratava de um criminoso, os militares deixaram o local, mas o próprio Exército emitiu uma ordem de prisão para 10 dos 12 militares que participaram da ação que resultou na morte do segurança e também músico.

Nota do Exército

“com base em informações iniciais transmitidas pela patrulha”, mas que, “em virtude de inconsistências identificadas entre os fatos inicialmente reportados e outras informações que chegaram posteriormente ao Comando Militar do Leste”, ficou determinado o afastamento dos militares.

Pericia Preliminar

Uma pericia preliminar no local do homicídio, constatou mais de 80 tiros disparados pelos 10 policiais já identificados e presos pelo próprio exército.

Redes sociais

Nas redes sociais, internautas questionam a ação dos militares, demonstrando indignação e repúdio.

Veja alguns comentarios:

1 – “80 tiros por engano. Não acreditam em gravidez por acidente, mas acreditam em 80 tiros por engano. Hummm. O I T E N T A. Brasileira, Sociedade. Abril, 2019.” escreveu um internauta.

2 – “No condomínio encontraram centenas de armas e não houve nenhum disparo, na favela um carro com uma família dentro desarmada recebe 80 tiros, parabéns aos envolvidos!” mais um comentário.

3 – ““Primeiro atira, depois aborda” “Policial terá licença pra matar” “Excludente de ilicitude pra militar” “Se o militar estiver sob forte emoção poderá ser perdoado” Brasil, 2019.” mais um comentário.

O silêncio de Bolsonaro

É claro e evidente que sempre que aconteceu uma catástrofe nacional, o presidente Jair Messias Bolsonaro se posiciona prestando sua comoção, por exemplo no caso do atentado em Suzano, São Paulo, quando dois jovem mataram 10 estudantes dentro de uma escola.

Outro exemplo foi no caso da barragem em Minas Gerais, rompimento de uma barragem de rejeitos da mineradora Vale, no município de Brumadinho.

Já se passam quase 48h e nenhum posicionamento do presidente Jair Messias Bolsonaro, nem do vice, General Mourão.


Poder público não é obrigado a fornecer máscaras à população, decide Bolsonaro

Para Bolsonaro, estados e municípios devem ter autonomia para determinar tais medidas em seus territórios.

Há 21 minutos atrás | Redação

Motoristas do transporte intermunicipal vão “fechar” Alagoas em novo protesto

Segundo informações repassadas por representantes das associações, os motoristas planejam "fechar" todas as principais rodovias de acesso ao Estado.

Há 50 minutos atrás | Redação

União dos Palmares tem 26 óbitos e 583 casos de Covid-19

Cerca de 433 pessoas não apresentam mais nenhum sintoma, e por tanto, são consideradas curadas da Covid-19.

Há 2 horas atrás | Redação

Punido por doping em 2016, volante do CRB Olívio pode retornar aos gramados ainda este ano

O jogado testou positivo para a substância IRMS, em 2016, desde então foi afastado dos gramados

Há 3 horas atrás | Johny Lucena | BR104

Jovem é executado a tiros dentro de casa em São José da Laje

A polícia ainda não tem informações a respeito do que teria motivado o assassinato de Jhonatan Barreto, de 26 anos, em São José da Laje

Há 3 horas atrás | Johny Lucena | BR104

Desembargador nega liminar e mantém Zé Alfredo sem certidão de quitação eleitoral

O magistrado também diz não recomendar a concessão da certidão de quitação eleitoral a Zé Alfredo, por não achar uma decisão prudente

Há 12 horas atrás | Redação

Com 9 meses de atraso, Renan Filho anuncia nova data de entrega do Hospital Regional da Mata

Caso se confirme essa nova previsão, o hospital Regional da Mata será entregue com 11 meses de atraso.

Há 15 horas atrás | Redação

Homem se joga de ponte e tenta suicídio na Branquinha

Não ficou claro o motivo que levou o homem a tentar o suicídio.

Há 21 horas atrás | Redação

Com dinheiro do Covid-19, prefeitura de União gastou R$15 mil em testes e R$33 mil em comida

A prefeitura já gastou R$1 milhão concedido como Crédito Especial pela Câmara de Vereadores de União dos Palmares

Há 22 horas atrás | Redação

Termina hoje prazo para solicitar o auxílio emergencial de R$600

Essa semana o governo federal anunicou mais duas parcelas do auxílio emergencial no valor de R$600

Há 23 horas atrás | Redação