Em nova versão, menor diz que homem em bicicleta matou garota de 9 anos

Adolescente disse ainda que o assassino teria abusado sexualmente de Raíssa Eloá, porque o viu colocando a calça

Publicado em: 03/10/19 às 15:18

Por Gustavo Lopes | BR104


Garota foi encontrada morta na tarde de domingo (29) no Parque Anhanguera — © Reprodução
Garota foi encontrada morta na tarde de domingo (29) no Parque Anhanguera — © Reprodução

São Paulo — Em mais um depoimento concedido ao Juizado da Infância e da Juventude, o menor de 12 anos apreendido sob suspeita de ter matado a menina Raíssa Eloá Caparelli Dadona, de 9 anos, mudou a versão apresentava sobre o caso, de que ele seria o autor do homicídio.

Conforme o novo depoimento, o garoto revelou que a menina foi morta por um homem de bicicleta com uma tatuagem. Disse ainda que o assassino teria abusado sexualmente da menina, porque o viu colocando a calça. A versão em questão era contraditória à apresentada horas antes para o delegado.

A mãe de suspeito de matar Raíssa diz que menino não confessou o crime. Também na no novo depoimento, ao perceber que era acompanhado pelo menor, o assassino teria ainda pedido para ele esperar 10 minutos e depois chamar um segurança.

Na primeira versão dada na última terça-feira (1°), o menor afirmou ao delegado Luiz Eduardo de Aguiar Maturano, titular da 5ª Delegacia de Polícia de Repressão aos Crimes Contra a Criança e o Adolescente, da Divisão de Homicídios, ser o autor do crime e que teria usado um galho de árvore para matar a garota.

+ Com faca cravada na cabeça, jovem vai para casa e pede ajuda a familiares 

Através das imagens de câmeras de segurança, foi possível ver os dois de mãos dadas na estrada de Perus. Raíssa foi encontrada morta no Parque Anhanguera, na Zona Norte de São Paulo, na tarde de domingo (29), dependurada em uma árvore por uma tira amarrada no pescoço, mas com os pés encostados no chão.

O menor chegou a contar outras três versões sobre o caso. Uma delas, ele disse que apenas havia encontrado o corpo. Em outra, que quem matou Raíssa foi um homem apelidado como “Baianinho”.

*com Agências

“O governador não tinha esse direito” Diz nora de idoso morto por Covid-19 em Alagoas

Ela disse que foi até a UPA, onde o sogro estava, e o médico havia lhe dito  que não havia chegado o resultado do exame.

Há 4 horas atrás | Redação

Alerta! Formulário divulgado pela prefeitura pode expor dados a criminosos

Com dados como: Número do NIS, CPF e nome completo, por exemplo, é possível realizar empréstimos e solicitar cartões de crédito.

Há 6 horas atrás | Redação

Alagoas registra primeira morte por Covid-19

Trata-se de um idoso de 63 anos, que não tinha histórico de haver viajado para outros estados e estava internado numa UTI.

Há 8 horas atrás | Redação

Atriz pornô promete prêmio para quem criar a vacina contra o coronavírus

Lola é considerada uma estrela pornô Russa, e tem milhares de seguidores ao redor do mundo.

Há 9 horas atrás | Redação

Pacientes com suspeita de Covid-19 em União dos Palmares testam negativo para H1N1

A informação foi repassada durante a live da Secretaria de Saúde

Há 10 horas atrás | Redação

Prefeituras deverão distribuir merenda aos alunos durante suspensão das aulas

O senador Rodrigo Cunha (PSDB-AL) foi o relator da matéria no Senado

Há 12 horas atrás | Redação

Palmarino Sandro Becker é internado em estado grave após infarto

Sandro Becker se tornou um artista famoso e um empresário bem sucedido

Há 13 horas atrás | Redação

Covid-19: União dos Palmares tem 83 pessoas em quarentena

Foi a secretária de saúde, Geany Vergetti, quem divulgou os dados durante a tradicional live realizada prefeitura em suas redes sociais

Há 14 horas atrás | Redação

União dos Palmares: Mototaxistas retomam as atividades nesta terça

Segundo já divulgado pela AMUP (Associação dos moto-taxistas de União dos Palmares), os profissionais precisam obedecer algumas regras

Há 14 horas atrás | Redação

Covid-19: Mudança no sistema causa “confusão” no número de casos suspeitos em Alagoas

Desde a mudança, os municípios como União dos Palmares, por exemplo, ficaram impedidos de notificar ao núcleo responsável pela atualização do Boletim do CIEVS, sobre novos casos. 

Há 1 dia atrás | Redação