Caso Flordelis: Polícia já sabe como a arma do crime foi comprada

A polícia ouviu o motorista de aplicativo que confessou ter levado Flávio e Lucas para comprarem a arma


Publicado em: 25/08/19 às 23:07 por Redação | Atualizado em 25/08/2019 às 23:07



Arma usada na morte do pastor Anderson do Carmo

A polícia interrogou o motorista de aplicativo Daniel Solter, que confessou ter levado os irmãos; Flávio dos Santos Rodrigues e Lucas dos Santos, até a zona norte do Rio de Janeiro, numa favela conhecida como Nova Holanda.

Flávio e Lucas estão presos pelo assassinato do pai, o pastor Anderson do Carmo, morto no dia 16 de junho, na garagem de casa.

Anderson do Carmo era esposo da deputada federal Flordelis (PSD-RJ), e era pai de 55 filhos adotivos.

Segundo o motorista, ele viu quando os dois rapazes pagaram R$ 8.500 por uma pistola, que mais tarde seria usada na morte do pastor.

O depoimento do motorista foi confirmado por Flávio, que está em Bangu 9, assim como seu irmão Lucas, aguardando o julgamento.

+ Caso Flordelis: Confissão da deputada muda os rumos da investigação

Além de confirmar o depoimento do motorista, Flávio teria confessado aos policiais ter descoberto que Anderson do Carmo havia passado a mão em uma de suas irmãs. Ainda segundo ele, o pastor também havia molestado a filha de sua irmã, esse teria sido o estopim que o motivou a assassinar seu padrasto.

Até o momento, Flordelis segue sendo investigada pela polícia, apesar de ainda não ter sido indiciada.