Bebê de 1 ano e 3 meses morre após ser agredido com socos e mordidas

Mãe e padrasto foram presos em flagrante após criança apresentar mordidas no rosto e fratura em diversas regiões do corpo, como crânio, mandíbula e tórax

Publicado em: 07/01/20 às 10:23 | Atualizado em 08/01/2020 07:11
Por Redação


Bebê apresentava diversas fraturas, uma mordida no rosto e hematomas espalhados pelo corpo — © Arquivo Pessoal
Bebê apresentava diversas fraturas, uma mordida no rosto e hematomas espalhados pelo corpo — © Arquivo Pessoal

Praia Grande — Um bebê de um ano e três meses foi morto com mordidas e socos no município de Praia Grande, no litoral de São Paulo. Os suspeitos do crime são a mãe e o padrasto da criança, que chegou a ser levada já morta a um hospital. As informações são do G1.

O bebê Anthony Daniel de Andrade Moraes foi levado pelo padrasto, Ronaldo Silvestrini Junior, de 22 anos, a uma Unidade de Pronto Atendimento, em Samanbaia, por volta das 23h40 do último domingo (5), já sem vida. Ele apresentava diversas fraturas e hematomas espalhados pelo corpo.

A polícia foi chamada depois que os enfermeiros de plantão perceberam sinais de agressão no corpo do menino. A criança chegou ao hospital com sangue na boca, carregado pelo padrasto. O bebê também tinha uma mordida no rosto que o suspeito afirmou ter sido feita por um filhote de cachorro da família.

Contestado sobre ser dentição humana, Ronaldo respondeu que teria sido um outro filho do casal, de cinco anos, que mordeu o bebê. Disse também que no domingo, por volta das 19h, colocou Anthony para dormir após ele ter mamado. Quando a mãe chegou do trabalho, teria visto o filho coberto e não quis acordá-lo.

Mãe e padrasto foram presos em flagrante — © Reprodução

Mãe e padrasto foram presos em flagrante — © Reprodução

Logo em seguia, Giulia de Andrade Candido, de 21 anos, saiu para comprar salgado para o outro filho. Mais tarde, já por volta das 23h30, ela decidiu olhar o bebê. Foi, segundo a jovem, quando percebeu que a criança já estava morta no berço. Os dois enrolaram o bebê em um cobertor e levaram à emergência.

Por sua vez, ao serem questionado sobre os ferimentos de Daniel, o casal se contradisse, dizendo que não lembrava dele ter se machucado e, na delegacia, afirmando que ele havia caído há dois dias do alto de uma escada em formato ‘caracol’ na casa onde residem.

“A mãe relatou que não levou o menino ao hospital porque trabalha muito, e que não teve tempo”, disse um agente da Polícia Civil. Em exames, foi constatado que o bebê tinha fratura no crânio, tórax, clavícula, no nariz, mandíbula e presença de sangue no ouvido e diversos hematomas na testa e no rosto.

O padrasto foi detido por homicídio triplamente qualificado e a mãe por falso testemunho, com fiança fixada em dez salários mínimos. O caso segue sendo investigado pelo DP Sede de Praia Grande.


Covid-19: Polícia invade culto e prende pastor por descumprir decreto

Foram os vizinhos que ligaram para a polícia e registraram a denúncia, temendo a contaminação por coronavírus.

Há 6 horas atrás | Redação

Coronavírus: Sobe para 17 o número de casos em Alagoas

Em União dos Palmares, os 5 casos suspeitos de contágio por coronavírus seguem sem resultado, e por tanto, ainda estão sendo tratados como suspeitos.

Há 6 horas atrás | Redação

Quarentena: com 4 filhos e marido com fratura na perna, mãe pede ajuda

A família é da cidade de União dos Palmares, interior do estado de Alagoas

Há 1 dia atrás | Redação

Coronavale: cerca de 24 milhões de brasileiros poderão ser beneficiados

A medida pode sofrer alterações no Senado ou ser vetada pela presidência

Há 1 dia atrás | Johny Lucena | BR104

União dos Palmares registra o 5º caso suspeito do novo coronavírus

Dados foram divulgados pela Secretaria de Saúde da cidade

Há 1 dia atrás | Redação

Governo de Alagoas anuncia contratação de 400 profissionais da área da saúde

As vagas serão disponibilizadas para médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, assistentes sociais e outros profissionais

Há 2 dias atrás | Johny Lucena | BR104

Em meio a crise do coronavírus, Ibateguara sofre com “água suja” nas torneiras

Apesar de vários vídeos mostrando a má qualidade da água, o diretor da autarquia disse que "dá para usar tranquilamente"

Há 2 dias atrás | Redação

FAF prorroga suspensão do Alagoano até o dia (20) de abril

O campeonato estadual já havia sido suspenso por 15 dias desde o último dia 16 deste mês

Há 2 dias atrás | Johny Lucena | BR104

Alagoas já tem 302 casos suspeitos de coronavírus: Confira quais as cidades

Dos casos confirmados via exame laboratorial, 11 são provenientes de Maceió e um é natural de Porto Real do Colégio

Há 2 dias atrás | Redação

Dr. Lair Ribeiro emite comunicado sobre o coronavírus

O médico alerta que é importante seguir as recomendações do Ministério da Saúde sobre o Covid-19

Há 2 dias atrás | Redação