publicidade
publicidade
Agreste

Comércio ilegal de imóveis no plano de governo Minha Casa, Minha Vida

As negociações estão sendo feitas de forma livres até nas redes sociais dos beneficiários

Publicado: | Atualizado em 14/12/2018 15:11


Comércio ilegal de imóveis do plano de governo Minha Casa Minha Vida
Comércio ilegal de imóveis do plano de governo Minha Casa Minha Vida

O programa Minha casa, Minha vida, foi criado para beneficiar cidadãos de baixa renda e que não teriam uma casa própria como moradia. Em todo caso, a fiscalização dos “órgãos” competentes vem sendo no minimo, precário, é o que mostra as investigações feita pela sindicância da cidade de Penedo.

Segundo Francisco Guerra presidente da comissão, teria feito um levantamento das residências em situações irregulares. Só dentro da cidade de Penedo são aproximadamente 456 casas totalmente irregulares, dentro desse quadro são, 340 desocupadas, 47 estariam ocupadas mas não pelos donos, 44 alugadas, 19 vendidas e 6 casa foram negociadas em troca.

As irregularidades não foram encontrada apenas na cidade de Penedo, algumas residências do Velho Chico I e do residencial Vale do São Francisco, também estariam enquadradas nessa investigação. É possível ver em alguns quarteirões placas de vendas nas casa e anúncios de comercialização nas mesmas.

A cidade de Arapiraca também se enquadrou nas investigações da sindicância, os imóveis da cidade do agreste alagoano chega a ser comercializado nas redes sociais de forma direta. Vários grupos que reúnem pessoas vendendo bens matérias como membros, potencializando mais ainda a venda irregular dos imóveis, como também várias casas foram encontradas em estado de abandono.

Os responsáveis pela seleção das famílias Arapiraquenses disseram que não tinha conhecimento sobre o caso, e que o papel da prefeitura erá cadastrar as famílias beneficiada pelo plano do governo. Porém, quando tem conhecimento sobre casos como esse, e constatá que os imóveis em questão são do plano Minha Casa, Minha Vida, eles encaminham o caso para as instituições responsáveis.

A Caixa Econômica Federal junto com o Banco do Brasil se manifestaram a respeito do caso e disseram que não foi localizado os requerimentos da comissão da sindicância que investiga os imóveis do plano de governo, Minha Casa, Minha Vida. E também ressaltou que o aluguel ou venda do mesmo sem que o titular tenha quitado o imóvel do programa, é nula, e não tem valor legal.

 

veja também

(Crédito: Matheus Tenório)
Agreste
Homem é baleado após tentar fugir de assalto em Girau do Ponciano

A vítima foi encaminhada para o Hospital de Emergência do Agreste por conta da gravidade dos ferimentos.


Raios se formando – © Reprodução/Internet
Agreste
Homem tenta se proteger, mas morre após ser atingido por raio em Girau do Ponciano

Familiares da vítima informaram que ele era agricultor e estava trabalhando quando foi atingido pelo raio.


Imagem / Reprodução
Agreste
Homem é preso por agredir esposa em Joaquim Gomes

A vítima teria relatado aos policiais que essa situação já teria acontecido outras vezes


Delegacia da Mulher de Arapiraca
Agreste
Polícia Civil faz busca e apreensão em Arapiraca contra suspeitos de estupro de vulnerável

Foram registrados cerca de 623 casos de violência na região entre janeiro de 2017 a março 2018


Com o impacto da colisão, uma das vítimas foi arremessada e teve morte instantânea (Crédito: Cortesia)
Agreste
Jovens morrem após colidir contra poste em Feira Grande

Com o impacto da colisão, uma das vítimas foi arremessada e teve morte instantânea