publicidade
publicidade
Agressão

Polícia indicia padrasto e mãe pela morte de menino de 2 anos

De acordo com o delegado responsável, o pai da criança foi indiciado como autor do crime e a mãe por omissão

Publicado: | Atualizado em 14/12/2018 15:08


De acordo com o delegado responsável, o pai da criança foi indiciado como autor do crime e a mãe por omissão (Crédito: PC/AL)
De acordo com o delegado responsável, o pai da criança foi indiciado como autor do crime e a mãe por omissão (Crédito: PC/AL)

Rio Largo – A Polícia Civil de Alagoas concluiu o inquérito policial sobre o assassinato do menino de 2 anos, Davi Miguel da Silva Oliveira, ocorrido no início do mês na cidade de Rio Largo, região metropolitana de Maceió.

De acordo com o delegado de homicídios, Lucimério Campos, o padrasto da criança, identificado como Emerson David Lins da Silva, de 29 anos, conhecido como “Cabelo”, foi indiciado como autor material do crime. Já a mãe, Renata Evelin da Silva, 20 anos, por omissão de socorro.

+ Revolta: Homem amarra cachorro em motocicleta e o arrasta por cem metros

A mão da criança disse em depoimento, que no dia da morte do filho, tinha saído de casa para comprar leite. O menino teria ficado sozinho com o padrasto. Na volta, viu a criança diante de Emerson, e logo depois o filho desmaiou.

Emerson David teria socorrido Davi ao Hospital Ib Gatto Falcão, em Rio Largo, onde não resistiu aos graves ferimentos e entrou em óbito. Em depoimento à polícia, o padrasto teria dito que a criança havia caído de uma escada.

No entanto, após o laudo emitido pelo médico, ficou comprovado que os ferimentos não eram compatíveis com uma queda simples. Após a divulgação do laudo, o padrasto confessou o crime e teve a prisão decretada. A polícia apurou também que o menino, dias antes da morte, apresentava marcas em um dos olhos, e o padrasto alegava que ele havia caído da cama.

A mãe já admite que o companheiro pode ter sido o autor do crime, apesar de dizer que nunca desconfiou de possíveis agressões. Com o indiciamento do padrasto e da mulher, o caso será agora decidido pela Justiça.

*Com informações de assessoria

veja também

Mulher é agredida com barra de ferro (Imagem reprodução)
Agressão
Ex- marido é suspeito de agredir mulher com barra de ferro na cabeça

Segundo informações, o homem está separado há cerca de seis meses, e não aceita o fim do relacionamento de oito anos


Mulher é espancada por esposo em Maceió — © Reprodução
Agressão
Homem agride esposa gestante com chutes em Maceió

Populares se revoltaram com o crime, e espancaram o agressor ates da chegada da polícia no local


O crime ocorreu no Conjunto Caetés, no Benedito Bentes, e autor fugiu tomando destino ignorado (Crédito: Reprodução/Internet)
Agressão
Jovem sofre traumatismo craniano após ser espancado a pauladas

O crime ocorreu no Conjunto Caetés, no Benedito Bentes, e autor fugiu tomando destino ignorado


a SAMU foi acionada para realizar os primeiros atendimentos à jovem. (Foto Reprodução)
Agressão
Marido espanca esposa em público e a deixa seminua

Marido da vítima precisou de ajuda de uma mulher para a agressão deixando-a quase sem roupas


(Crédito: Reprodução)
Agressão
Mulher é agredida com coronhada após tentar tirar arma de bandido durante assalto

Vítima pensava que arma utilizada no assalto era de brinquedo, reagiu e acabou sendo agredida